quarta-feira, 7 de outubro de 2009

A MAQUINA DO TEMPO


A maquina do tempo sempre foi o sonho de muitos cientistas e de muitos escritores de ciência ficção  (?) .
Mas, será que realmente poderemos viajar no tempo?
Será que como o protagonista de HG Wells em  “A Maquina do tempo” só teremos que ligar um botão na data do passado ou futuro e logo estaremos lá?
Imaginem vocês poderem voltar no passado e evitar aquele encontro que nos ocasionou muitos problemas o escolher uma companheira diferente ou ingressar em outra carreira na faculdade.
Sem duvida, seria algo fantástico, isto sem considerar as viagens no passado onde teríamos um aprendizado direto nas historias das civilizações.
A teoria da Relatividade de Einstein admite uma relativa possibilidade de viagem no tempo, ao afirmar que o encurvamento do espaço e do tempo é determinado pelo conteúdo de matéria-energia necessária para poder encurvar  essas áreas espaço temporais. Mais nada  na Teoria da Relatividade indica uma possibilidade real de viagem no tempo.
Acreditamos (O PAD) que a teoria do hiperespaço poderia resolver os paradigmas que a teoria da relatividade de Einstein não resolveu.
A pesar de tudo, temos que reconsiderar que a possibilidade de viajar no passado de forma física , alteraria de forma drástica a própria linha evolutiva do ser humano, causando, em este estado de consciência atual, danos irreparáveis não somente a eles mesmos se não a muitos outros.
Sem desconsiderar as teorias de buraco de minhoca de Stephen Hawking que nos falas das interconexões dos mundos paralelos, das dimensões da teoria de Kaluza-Klein e das supercordas, acreditamos que:
O universo físico é uma conseqüência dos universos energéticos, vibratórios ou dimensionais. Uma estrutura invisível sustenta o universo físico. Isto permite que muitos universos em diferentes estados vibratórios coexistam e mantenham vida inteligente. Isto permitiria  a existência de universos paralelos, ou seja,universos que estão interligados mantendo um sistema de vida evolutiva completo. Isto  tem a ver não somente com o universo se não com as próprias formas de vida que em ele habitam. Estas formas de vida também estão interligadas e atuando ao mesmo tempo em múltiplas dimensões. Nossa viagem no tempo não poderá ser realizada, se não existe um conhecimento da própria estrutura energética que sustenta o universo e de suas múltiplas dimensões ou faixas vibratórias.
A única saída para nossa viagem no tempo agora é a traves do Hiperespaço, a menos que exista uma tecnologia suficientemente avançada que permita a viagem a traves de dimensões do próprio hiperespaço, com o corpo físico. Para isto o próprio corpo físico precisaria ser desmaterializado em uma determinada dimensão tempo e voltar a ser materializado (segundo a freqüência vibratória da matéria no local de destino)  na dimensão tempo destino, acreditamos que essa tecnologia existe em outros mundos mais adiantados..
Uma forma de viajar no tempo, com ajuda alienígena,  é a forma na qual eu  viajei dentro de uma nave extraterrestre.
Eu estive em outros planetas, somente que não com meu corpo físico ou energético se não com minha consciência.
Isto aconteceu da seguinte forma, estando eu dentro da nave, fui levado frente a aparelhos semelhantes a monitores de computador, só que de tamanho de 1 mt por 1,20 . A imagem que apareceu na tela era tão real, que de inicio eu pensei que tudo isso estava acontecendo dentro da nave, era como se tivesse uma janela aberta na minha frente e eu estivesse olhando para  fora. Em uma de essas cenas, apareciam varias pessoas vestidas de forma diferente, era outro planeta, entre as pessoas eu pude ver alguém que chamou minha atenção, quando olhe para essa pessoa senti que era eu mesmo, no mesmo instante, eu estava lá, eu era a pessoa e não lembrava de nada mais, de que estava dentro de uma nave e menos ainda que era do planeta Terra.
Sei que  isso é possível porque eu vivi essa experiência.
Não sei se estava no passado, no futuro ou  se tudo isso estava acontecendo simultaneamente. Considerando as três  possibilidades teremos conclusões interessantes decorrentes deste fato, sempre que tenhamos a amplitude de consciência para reconhecer a possibilidade quântica que isto implica.


Nenhum comentário:

Postar um comentário